terça-feira, 30 de março de 2010

Você vende seus trabalhos?

Esse é um assunto que gera muita discussão. Se a arte do Origami pode ser comercializada ou se deveria apenas ser presenteada ou passada adiante como uma filosofia. Algumas pessoas acreditam que não se deve cobrar inclusive por dar aulas de Origami.
Não é segredo nenhum que eu vendo minhas peças. Não vejo mal nisso mas já li comentários de pessoas, origamistas como eu, que aparentemente se sentem ofendidas, como se a comercialização significasse a banalização da arte.
Eu já faço minhas dobras há mais de 10 anos, porém, comecei a trabalhar com a arte há cerca de 3 anos quando a minha casa ficou pequena para todas as coisas que eu fazia.
Comecei presenteando os amigos depois os amigos dos amigos e de repente começaram a aparecer cada vez mais pessoas interessadas nas minhas peças. Comecei então a cobrar pelas peças mas isso não foi fácil. Sou de uma cidade pequena e não conhecia ninguém que fizesse esse tipo de artesanato por aqui (sei que muita gente não considera Origami como sendo artesanato mas esse assunto fica pra outro dia). Não sabia como calcular um preço para algo com tanto valor para mim. Pesquisei muito, pedi ajuda na internet mas ninguém gosta de falar muito sobre o assunto. Encontrei fórmulas como multiplicar o preço do material gasto por 3, 4 ou 5. Ou então calcular quanto vale a sua hora de trabalho e multiplicar pelas horas trabalhadas mas isso também não me ajudou, eu precisava de parâmetros e precisei criá-los sozinha, com base no que eu acho certo e na condição de vida da minha região. Hoje, meu preço é calculado pelo tamanho. Sim, tamanho e não quantidade de dobras. É muito difícil explicar para quem não faz Origami que um Kusudama Butterfly é mais trabalhoso do que um Fantasy e por isso deveria valer mais. Se são do mesmo tamanho dificilmente você vai conseguir convencer alguém disso. Não aconselho ninguém a fazer da mesma forma. Foi a maneira que eu encontrei de vender os meus trabalhos e, até o momento, se mostrou uma maneira bastante eficaz. Duvido que alguém fique rico ou ganhe muito dinheiro com Origami. No meu caso, é mais um hobby auto-sustentável. Cobre o custo do material de trabalho e de estudo porque Origami requer bastante estudo. Tantas técnicas, tantas formas, tantos diagramas...
Enfim, essa é a minha opinião. Gostaria de saber a opinião dos leitores do blog sobre esse assunto. Deixe um comentário, será muito bem-vindo!
Beijos Dobrados!!!

10 comentários:

♥Di Santos♥ disse...

Bom, primeiro parabens pelos seus trabalhos...em segundo lugar eu acho que é um jeito de fazer com que nossa arte chegue em muitos lugares...pessoas passam a conhecer e se interessar pelos origamis e a valorizar tbm o trabalho do origamista...logicamente que é muito gostoso fazer um origami e dar de presente para alguem.
Bom esta é minha opinião.
Bjim Di

Neca Marques disse...

Olá, Manu! A primeira vez que dobrei, achei que isto não seria valorizado, pq aprendi num programa de Tv infantil depois foi na escola (casa, piano, cachorro, etc), até mais tarde conhecendo a internet e bancas de revistas é que vi os diagramas das kusudamas, flore e móbiles. Minha irmã mais velha me convidou para expô-los na feta da Melancia em Arroio dos Ratos há uns 12 anos atrás, vendi na época flores em vasinhos. Não vi amldade nistos. tanto que este ano minha irmã me convidou outra vez é única peça que vendi por R$ 3,00, foi um móbile de rosas na hora em que estavamos recolhendo nossos artesanatos, no ultimo dia do evento. Fiquei feliz. Pq há muita gente que não valoriza este trabalho. Diz:"papel, pensei que fosse tecido", "vc forrou uma bola de isopor". "keria aprender, mas é muito dificil, eu suo a mão, não tenho paciencia, faz um para mim, mais cobra viu, pq o papel que vc usa deve ser caro".
E pq não cobrar? Se quem faz trico, crche, arte em eva, biscut, quilling, ... cobra. Fico pensando nakelas pessoas, bem pobres que conheci. Dobram p/consegui um $$$ p/o leite de seus filhos. Conheci um casal que dobrava ori, pq viu num revista e achou que seria uma forma de ganhar $$$, eles não sabem a origem, mas viram uma forma de passar fome e nem sair por aí roubando. É aí vamos condenar estas pobres pessoas?
Eu gostaria de vender os meus, quem não gostaria? Mas temos muitos amigos blogs que vendem seus trabalhos para decoração de festas(batizado, nascimento, casamento, niver, ...) e há leilões de peças. Dúvido que eles dão as "mil" peças p/os homenagiandos distribuirem aos convidados? Fica questão vender ou não vender? Bjks.

Sarah Farias disse...

olá! Eu também não pensava em vender minhas peças, pois eu tenho dificuldade em atribuir valores, fico constrangida...
A primeira vez que eu vendi um trabalho foi justamente uma encomenda, porque houve muita insistência por parte do cliente rsrsrs...
Depois desse episódio eu passei a enxergar de uma maneira diferente a venda de origamis, pois principalmente aqui em Recife, onde resido, são bastante valorizados por não serem popularizados e muitas pessoas ainda não conhecem. Além do mais, há um certo gasto com materiais, inclusive alguns são difíceis de encontrar por aqui.
Geralmente alguns amigos me pedem de presente de aniversário.
beijos

Maru disse...

Manu:
Es dificil poner precio a un trabajo manual, muchas personas no lo valoran por el trabajo, sino por el material. Yo he tenido oportunidad de vender algunas muñecas, demandan tiempo, cortar, doblar, armar y ponerle detalles como cintas, perlas y otros adornos. No veo nada de malo en vender nuestros trabajos, no nos haremos millonarias, pero es una recompensa a nuestro trabajo artesanal.
Cuando se prepara para vender, se vende y cuando es para regalar, se regala.
Besos,
Maru.

CICI DIETRE AMOR EM ORIGAMIS disse...

Ola, gostei muito d vc ter abordado sobre o assunto, eu acho sim q o Origami seja uma forma d artesanato, o diferencial e q moldamos o papel no lugar d argila ou outro produto, temos q em primeiro lugar valorizar sim nossos trabalhos, e ñ acho q vende-los trara uma desvalorização. Eu amo dobrar e ver o produto pronto faz meu coração transbordar d alegria, tenho muito ainda para aprender nessa arte mais meus amigos, parentes as vezes encomendam minhas dobras para presentiar alguém o q me faz muito feliz, onde moro ñ se encontra muitas pessoas envolvidas nesta arte e meu sonho e grande para q essa arte se torne mais conhecida por aqui, bem quanto calcular valor acho q acabo fazendo como vc por tamanho já q realmente fica dificil para as pessoas entenderem as diferentes dobras e suas dificuldades, bem outra hora nos falamos mais, bjs Cici

Liu disse...

Oi. Tudo bem?
Pois é eu acho que vc tem mais é que vender seus origamis mesmo.
Os meus estão passeando pelas casas, rsrs, estão na minha casa, na da minha mãe, dos meus irmãos, amigos, primos e etc...
Meus familiares perguntam pq eu não vendo, mas eu tenho + ou - os mesmos problemas que vc. Eu moro no interior e aki as pessoas não valorizam muito essas coisas, sem falar que eu não sei bem como colocar preços.
Mas tá ai minha opinião, cada um deve fazer aquilo que te faz bem, eu amoooo dar os meus origamis, mas tb assumo que tá cada vez mais dificil manter o material.
Mas como eu n consegui ainda muitos compradores....
Beijos bem dobradinhos....

Wilson Queiroz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Wilson Queiroz disse...

Eu penso da seguinte forma....
Acho que devemos vender sim, não acho que é uma banalização, mas sim um reocnhecimento da arte e de seu trabalho como dobrador. Só acho que nós que fazemos origami, devemos cobrar o preço certo por aquilo que fazemos, pois fazer origami leva tempo e também muita técnica de precisão.
Afinal fazer um butterfly perfeito leva tempo eu mesmo faço um em uma semana, sem pressa para que ele leve tempo.

Portanto, só acho que devemos valorizar e dar o preço certo e justo para aquilo que fazemos.

Aliás... parabéns por abrir este tipo de discussão!

Helen disse...

Hi,

I just stumble upon you blog. I too love origami. I also sold a few of my origami ships. If someone wanted to buy our creations, who are we to say no! Like you've said, I only sold my creations to cover the cost of my supplies. I will be back later.

Anônimo disse...

Olá!
Vender até q vendo, mais aki no RJ as pessoas gostam é d copiar depois da venda pois acham muito caro o valor seja ele qual for só por que é feito de papel. O origami é uma arte com intuito terapêutico e cobrar aulas e/ou oficinas é realmente difícil. Bem, desejo a vc muito sucesso nesta empreitada e principalmente paciência! meu e-mail se quiser conversar é: analuciabiologia@yahoo.com.br
Att. Ana Lucia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...